Sua fonte oficial de Notícias relacionadas a Plutão Já Foi Planeta.

Canal ‘Bote O Fone‘ fez uma resenha do novo álbum do Plutão Já Foi Planeta, ‘A Última Palavra Feche a Porta‘.

 

O ‘Bote O Fone‘ é um canal voltado a música, onde se fala da cultura pop e todas as coisas que agradam os ouvidos do critico Cassiano Geraldo, onde toda quarta-feira/segunda-feira tem um vídeo comentando sobre algum lançamento, seja música, single, show ou até mesmo um álbum inteirinho, como o ‘A Última Palavra Feche a Porta‘, confira a resenha:

CONCURSO CULTURAL – ‘Ninguém é pobre se tem amigos’!

Neste ano, o Suporte PJFP está completando 2 anos online e claro, não podemos deixar essa data passar em branco, Estamos abrindo um concurso cultural, que representa tanto o nosso aniversário, quanto a amizade da banda com todos que fazem o Suporte.

resultado será divulgado no dia internacional da amizade (20/07), os critérios para a escolha do vencedor será a criatividade e o quanto você se dedicou a essa homenagem a seu(s) amigo(s)!  O nome ‘Ninguém é pobre se tem amigos’, é trecho de ‘Suculentos‘, música banda potiguar Luiz Gadelha e os Suculentos, a letra fala da importância de uma amizade, a faixa tem participação da Plutão Já Foi Planeta!


 

Para Participar do Concurso Cultural, você deve seguir as seguintes regras (as mesmas estão em nosso regulamento):

– Ao som de ‘Suculentos‘, música da banda Luiz Gadelha e os Suculentos com participação da Plutão Já Foi Planeta, através deste link http://bit.ly/suculentos grave um vídeo com seu(s) amigo(s) que represente a amizade;

– O vídeo deverá ter no mínimo: 10 segundos e no máximo: 1 minuto e ser enviado por imbox em nossa página no Facebook, contendo: Nome Completo, idade e alguma rede social (preferência Instagram);

–  O participante deverá enviar o vídeo até a data e hora limite
presente no cronograma;

– Seguir/curtir o SuportePJFP no Instagram (@suportepjfp) e Facebook (fb.com/suportepjfp);

– Seguir/curtir o Luiz Gadelha e os Suculentos no Instagram (@Luiz_Gadelha) e Facebook (fb.com/luizgadelhaeossuculentos);

–  Seguir/curtir a Vestimenta Camiseteria no Instagram (@vestimenta_oficial) e Facebook (fb.com/vestimentacamiseteria);

– Seguir/curtir a Plutão Já Foi Planeta no Instagram (@plutaojafoiplanetaoficial) e Facebook
(fb.com/plutaojafoiplaneta);


PRÊMIOS:

– CD ‘A Última Palavra Feche a Porta’;
– CD ‘Daqui Pra Lá’;
– Camisa Vestimenta ‘…meus gostos estranham os seus’;
– Pôster Exclusivo;
– 5 Bottos com ilustrações do ‘A Última Palavra Feche a Porta’;
– 2 Adesivos;


CRONOGRAMA:
– Início: 18/06 – às 15h
– Encerramento: 17/07 – às 23:59
– Resultado: 20/07 – 21h


CLIQUE AQUI PARA LER O REGULAMENTO


 

O crítico musical Hagamenon Brito listou álbum da Plutão Já Foi Planeta em seu TOP 5

5 Álbuns brasileiros de 2017 – pelo Hagamenon Brito é crítico musical e criador do termo ‘axé music!

 

(Foto: Danutta Rodrigues/G1)

 

Recentemente em sua conta no Instagram o crítico colocou o novo álbum da Plutão Já Foi Planeta  ‘A Última Palavra Feche a Porta’,  em primeiro lugar no seu TOP 5 Álbuns brasileiros de 2017 que você precisa ouvir logo antes que os alienígenas ataquem e destruam essa porra chamada Brasil!

 

 

 

A Plutão Já Foi Planeta estará nesta sexta-feira (16/06) no Cultura Livre

Apresentado por Roberta Martinelli, o Cultura Livre recebe artistas (cantores ou bandas) no estúdio, onde rola de tudo, falar sobre as suas músicas, agenda, carreira e  respondem as perguntas da galera.

Como conferir?

  No Youtube (ao vivo): Sexta-feira (16/06), às 17:30h
Na TV cultura: Terça-feira (11/07), às 0h
*Horário Alternativo: Domingo (16/07), às 20h

Confira as redes sociais do programa:

Twitter Intagram Youtube Facebook

Natália Noronha deu entrevista ao Catraca Livre SP

Durante live na página do Catraca Livre SP, Natália contando tudo sobre agenda, novo disco e muito mais, confiram a entrevista completa:

Latino-americano, nascido em Sobral, Ceará, foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste a fazer sucesso nacionalmente se tornando um grande influenciador da música!

Latino-americano, nascido em Sobral, no interior Ceará. Belchior, foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, mais que isso, um grande influenciador da música Popular Brasileira.
Para aqueles que não sabem, Belchior foi uma grande influência para o Beto Rockfeller, banda cover formada por: Gustavo Arruda, Gustavo Matos, Sapulha Campos e Rafael Bezerra, que depois viria a ser a Plutão Já Foi Planeta, trazendo seu som autoral, mas ainda sim, com grandes influências, como o cantor e compositor, Belchior.
 
Confiram ‘À Palo Seco’, interpretada pelo Beto Rockfeller:

Sábado, 06/05, a Plutão Já Foi Planeta, fará show no Shopping Recife, com entrada limitada a 500 pessoas.

 

No próximo sábado, a banda potiguar Plutão Já Foi Planeta, fará show gratuito no Shopping Recife, o show encerará a ‘Batalha de Bandas’. O evento será gratuito, e funcionará da mesma forma dos dias anteriores de batalha. A distribuição das pulseiras começará às 16h, a entrada será limitada de acordo com a ordem de chegada, serão distribuídas 500 pulseiras de acesso, a banda Plutão Já Foi Planeta fará o encerramento do evento.

A Batalha de Bandas se trata de uma operação do tipo “concurso cultural”, que é realizada pela Associação dos Lojistas do Shopping Center Recife, localizado do endereço: Rua Padre Carapuceiro, 777 – Cobertura – Boa Viagem – Recife/PE. CEP: 51020-900, fone: (81) 3464-6025 / 3464- 6018, CNPJ: 11.674.553/0001-46, com abrangência restrita ao Estado de Pernambuco. Voltada aos frequentadores das redes sociais que acompanham as ações promovidas pelo Shopping Recife, com permissão de participação para os consumidores que residirem no Estado de Pernambuco.

 

Saiba um pouco mais sobre cada faixa do segundo álbum da Plutão Já Foi Planeta, ‘A Última Palavra Feche a Porta’!

FAIXA A FAIXA

1- ALTO MAR (Natália Noronha)

Natália: Como quase tudo que escrevo, esta música partiu de uma poesia, com versos curtos e rimas. O foco desta canção está na formação das rimas e lógicas e não numa narrativa. É minha composição mais recente entre as que entraram para o novo disco e é sobre como conseguimos mentir para nós mesmos.

2- O FICAR E O IR DA GENTE (Gustavo Arruda, Nuno Campos ‘Sapulha’ e Natália Noronha)


Natália: Essa música é bem marcante porque foi a primeira a primeira letra que escrevi com Nuno (Sapulha) e Gustavo. Retrata as idas e vindas da saudade.

3- DEIXA PRA LÁ (Nuno Campos ‘Sapulha’ e Luana Alves)


Nuno (Sapulha): Primeira parceria entre mim e Luana Alves neste disco, a música fala sobre um relacionamento em que uma das partes se conforma com o fim, como algo natural, e a outra, ainda tenta manter a união.

4- MESA 16 (Natália Noronha)

Natália: Esta música é uma narrativa de um breve momento entre duas garotas em um bar, durante a Copa do Mundo de futebol de 2014.

5- ME LEVE (Nuno Campos ‘Sapulha’ e Luana Alves)


Nuno (Sapulha): Vi um urso de pelúcia abandonado em cima de um sofá velho na rua e escrevi, em parceria com Luana Alves, esta letra da perspectiva do urso que passou a vida servindo à alegria dos outros e acabou sozinho. No final, ele percebe que pode viver para sua própria alegria. Depois, percebi que a música também poderia se referir a uma situação de relacionamento abusivo.

6- ANNA (Gustavo Arruda e Nuno Campos ‘Sapulha’)

Nuno (Sapulha): Mais uma canção escrita em parceria com Gustavo Arruda. A letra foi inspirada em uma aula de psicanálise, da faculdade de filosofia, que falava de Anna, uma paciente de Breuer. Um caso que intrigava Freud. Achei bem peculiar sua história e me coloquei no lugar do narrador de seu dia a dia. As características dela são citadas na letra: Problemas de visão, aceitação, quando arrancava botões, etc.

7- INSONE (Natália Noronha) Participação de Liniker

Natália: Esta música também é sobre saudade, falta, ausência. É uma faixa interessante porque tem uma pegada mais maliciosa, acordes menores, uma vibe bem soul. Gosto bastante, é uma das minhas preferidas.

8- DUAS (Gustavo Arruda e Nuno Campos ‘Sapulha’)


Nuno (Sapulha): A letra inteira retrata um pequeno momento em que duas garotas acordam juntas e brincam embaixo dos lençóis e como essa situação rápida e esse lugar tão pequeno é o mundo todo pra elas. A letra, outra parceria com entre mim e Gustavo Arruda, também brinca com o universo da pintura.

9- POST-IT (Natália Noronha)

Natália: Uma canção sobre esquecimento, de curto ou longo prazo, de coisas, amenidades e pessoas. Todo mundo esquece alguma coisa. É uma letra bem pessoal porque é um resumo do meu jeito esquecido. Khalil, Vitória, Nuno (Sapulha) e Gustavo sabem bem!

10- QUEM SOU (Gustavo Arruda e Nuno Campos ‘Sapulha’)       

  
Nuno (Sapulha): Compus esta faixa com o Gustavo Arruda para um curta-metragem chamado “O Vôo do Pássaro Multicor”, que conta a história de uma palhaça de rua que sofre de Alzheimer e é impedida de apresentar sua arte por seus familiares. A letra narra essa trajetória da decadência e do abandono dos palcos até o momento épico de retomada de consciência e volta da arte. O instrumental acompanha a roupagem circense.

Quer aprender a tocar as músicas da Plutão Já Foi Planeta?

O projeto [TOCA AÍ], surgiu com intuito de ajudar os fãs que não possuem tanta habilidade com instrumentos, a aprender de uma forma fácil, prática, sem sair da linha original ao álbum. Essa primeira temporada, bateria, será ministrada por Mariana Ramos, baterista de Recife, Pernambuco, teremos quatro (4) episódios e cada temporada, logo, cada temporada será aula de um instrumento diferente.

O primeiro episódio da 1º temporada do [TOCA AÍ], será ‘Você Não é Mais Planeta‘ da faixa do primeiro álbum do Plutão, ‘Daqui Pra Lá‘, confira:

Com produção de Gustavo Ruiz, álbum traz participações de Liniker e Maria Gadú, em dez faixas, que têm a poesia como ponto de partida ou destino e transitam entre
a delicadeza e a intensidade instrumental!

Ontem (24/03), a banda Plutão Já Foi Planeta lançou seu segundo álbum, onde a poesia, ganha corpo nas dez faixas de “A Última Palavra Feche a Porta”,  como cita a jornalista Fernanda Couto:

“A poesia, espinha dorsal do novo disco… Ora suaves, ora mais densas, as canções são sempre devidamente estruturadas, paramentadas e/ ou envenenadas pela cirúrgica produção de Gustavo Ruiz.”


JÁ DISPONÍVEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS E LOJA SOM LIVRE

Ouça (Spotify) | Ouça (Deezer) | Ouça (Youtube)| Compre (físico) | Compre (iTunes) 


CRÉDITOS

Natália Noronha: voz, backing vocals, violão, baixo, synth, guitarra
Nuno Campos (Sapulha): voz, backing vocals, ukulele, guitarra
Gustavo Arruda: voz, backing vocals, guitarra, baixo
Vitória de Santi: coro, baixo, synth, flauta-doce
Khalil Oliveira: coro, bateria, sanfona
Gustavo Ruiz: guitarra, synth
Ramon Gabriel: percussão
Cris Botarelli: guitarra, synth
Ari Noronha: harpa
Produção Executiva: André Maia

FICHA TÉCNICA 

Produção: Gustavo Ruiz
Gravação: Yves Fernandes no estúdio Dosol, Natal/RN
Gravações Adicionais: Gustavo Ruiz no estúdio Brocal, São Paulo/SP
Mixagem: Eric Yoshino no estúdio El Rocha, São Paulo/SP
Masterização: Felipe Tichauer em Miami/EUA
Participações Especiais: Liniker e Maria Gadú
Projeto Gráfico e Ilustrações: Andressa Dantas