VOCÊ SABIA?

A adição de Natália Noronha foi o primeiro passo para o surgimento da Plutão Já Foi Planeta. Como já dito nas semanas anteriores, Gustavo Arruda, Sapulha Campos e Rafael Bezerra (ex-baixo/teclado) pensaram ser necessário uma voz feminina na nova identidade do grupo.
Natália já publicava seus sons no SoundCloud e acabou se encontrando com os meninos por meio de indicações, se juntando para fazer um trabalho autoral nessa primeira formação, contando também com Raphael Andrade (bateria).

No início de 2014, com a primeira formação completa e apoio do Estúdio DoSol e Estúdio Megafone, o álbum “Daqui Pra Lá” foi lançado. O som viralizou e havia mais uma banda tentando seu lugar ao sol de Natal. .
O primeiro contato de Nat com a música foi em grupos de igreja evangélica. Seu pai Ari Noronha também é músico (inclusive, contribuiu com o processo de gravação do segundo álbum com lançamento previsto para esse ano) e lhe deu seu primeiro violão ainda na pré adolescência.
Além de cantora e compositora, Nat é graduanda em jornalismo na UFRN (mais precisamente, tem sua matrícula fechada para focar no trabalho musical); adora músicas de estilo indie, tanto que também é conhecida por fazer dj-sets alternativos em algumas baladas da cidade. Quando perguntada sobre influências, sempre menciona as bandas britânicas Bombay Bicicle Club e Little Comets e os americanos da Bon Iver. De séries, Nat curte assistir Grey’s Anatomy, Sherlock e Orange Is The New Black.

No “Você Sabia?” que continua na próxima segunda-feira, o SuportePJFP vai mostrar a trajetória da banda e cada integrante. Todos que fazem parte da história da Plutão Já Foi Planeta, com todo amor e carinho.

Comentários